12 comentários

  1. Felipe

    Cara, tutorial perfeito! Muito bom mesmo,
    era justamente o que eu precisava…
    Site nota 1000!

  2. Marcus Teixeira

    Muito bem explicado Rafael! Me ajudou a implementar melhor o PDO na minha aplicação

  3. rozael

    Show de bola mano! Agora me tira uma duvida please! Para que funcine eu preciso sempre usar o metodo DIE para constatar o erro ? E o rollback porq não foi usado no INSERT?

    Grato pela força Rafael!

  4. Henrique

    Muito show cara essa abordagem.

  5. ivan

    Olá,
    Parabéns pelo codigo muito interressante, tenho uma duvida a onde tu disse na explicação que a ‘aplicação “morre”’, isto é feito pelo o comando die.
    at+

  6. Gustavo Lima Vasconcelos

    Muito bom! Simples e objetivo.

  7. jaime

    Muito bom.

  8. Paulo

    Na antiga biblioteca do mySQL para PHP (mysql_*), era necessário configurar o AUTOCOMMIT = 0 antes de usar o BeginTransaction. No PDO isso já é automático?

  9. Renato

    Muito bom Rafael!!!
    O próprio Commit() se encarrega do “execute()” da Query ?

Deixar um comentário